tuga

terça-feira, 19 de setembro de 2017

                Se pretendem ver as vossas fotos                         aqui publicadas é só enviar para                              email vergatuga@gmail.com             

domingo, 13 de agosto de 2017




                                        as-primeiras-caseiradas-de-um-casal-portugues





                                                 clique no link

http://porneq.com/video/3321058/as-primeiras-caseiradas-de-um-casal-portugues-hot-gold-web-dl-2017-as-primeiras-caseiradas-de-um-casal-portugues/

terça-feira, 21 de março de 2017

                                                           A primeira vez com um casal
Ha uns anos tive a minha primeira experiência de estar com um casal.
Ate esse dia nunca tinha estado com uma mulher e que seu marido me estive se a observar vendo eu foder sua esposa, para mim parecia uma situação que eu não iria passar por ela, mas aconteceu.
Aconteceu alguns anos e logo com um amigo.
Eu tinha-me separado há uns meses estava ainda a viver uma fase solitária da minha vida andava um pouco perdido, estava a tentar gerir esta nova realidade.
Esse meu amigo meu ligou me e convidou me que fosse jantar a casa dele .
Ele sabia que estava numa fase um pouco complicada sozinho, resolveu então confortar me.
Eu conhecia ambos já bastante tempo tinhamos uma relação de amizade muito boa e próxima.
Eu estava longe de imaginar que um dia ia acontecer o que aconteceu, sem eu saber estava tudo já programado por eles,
O jantar foi muito agradável comemos bebemos não podia ser melhor.
Paulo e Sofia sabiam receber, bem Sofia cozinhava muito bem.
Sofia era uma mulher bonita sexy de corpo atraente para mim nunca foi indiferente mas é mulher de um amigo.
Estava eu sentado a mesa enquanto o meu amigo tratava de ajudar Sofia ambos iam trazendo o jantar a mesa ela chegava a mesa e quando poisava as travessas do comer encostava-se fazendo roçar seus peitos em mim como me provocando.
Durante o jantar não deixei de reparar que Sofia olhava para mim com um olhar diferente daqueles que eu estava habituado, um olhar muita ternura meigo e apaixonante e algo que parecia adivinhar que se ia passar alguma coisa .
Mas achei que aquilo eram coisas da minha cabeça. 
O jantar estava muito bom o vinho era excelente foi um bom manjar.
Na hora de tomar o café vamos ver televisão para a sala de estatr tomamos o café e conversamos um pouco.
Ela serviu o café serviu um whisky ao Paulo e serviu-me um também um, serviu um licor para ela repetimos mais umas vezes as bebidas e a noite já ia bem bebida mas sem que estivesse-mos em excesso ou bêbados.
Conversa-mos animadamente   e bem divertidos Sofia disse a Paulo vamos ver um filme? Escolhe um Sofia disse Paulo .
Sofia escolhe um e coloca no DVD.
O filme começa a rodar.
Um filme pornográfico .
Eu digo Sofia enganas-te no filme?
Esse é mais para voçês quando estiverem juntos assim aquecem antes, eu podia falar estava a vontade com eles, eu pensei ela enganou-se, devia ser um daqueles filmes gravadas e o CD não estava marcado o que tinha gravado.
Não queres este filme perguntou ele?
Eu disse lhe por mim tudo bem mas um filme destes é para vocês verem os dois.
Sofia disse vamos ver eu gosto muito deste filme, tem uma linda historia tem um pouco de pornografia mas tem história disse ela.
O filme começou a rodar .
O filme tinha uma historia de facto que contava, um casal e um amigo em que o marido conversou com sua esposa que gostava de ver ela foder com outro homem conversaram os dois e ela disse que teria de ser com alguém conhecido que se sentiria mais a vontade do com um estranho alguém do circulo dos amigos daqueles mais chegados, e que iriam escolher um e que iriam propor a sua vontade a esse amigo e esperavam que ele aceita-se convidariam para um jantar e que depois do jantar então partiriam para uma boa noite de sexo.
Eu pensei mas isto não vai acontecer comigo isto é no filme, mas estava achar aquilo que se iria passar na realidade.
Aquilo parecia a mesma cena que eu estava a viver teriam eles programado tudo isto para mim será que o que se passava ali era algo preparado nesse sentido, pensei não pode somos amigos, mesmo com muita a vontade entre nós estava fora de questão ele pensar que poderia foder a mulher dele.
O filme já ia a mais de meio eu já tinha uma tesão que não aguentava mais dava para ver o inchaço que as calças tinham na zona estava com uma vontade de ir a casa de banho bater uma punheta.
Eu sentado no sofá já não aguentava eu estava inquieto olhava para Sofia ela também olhava para mim, dava para perceber que ela parecia com a mesma tesão ela já esfregava uma perna na outra passava a ela passava a mão por cima do seu vestido na sua cona com mais vontade de se masturbar , ela estava inquieta e doida como eu, ela estava a deixar-me me louco ela era uma mulher linda com o corpo bastante atraente muito sexy.
Eu estava a ficar louco estava cada vez mais com tesão que quase o caralho furava as calcas.
Resolvi ficar por ali.
Disse para eles bom meus amigos Paulo e Sofia já esta um pouco tarde e olho para o relógio eram 23 h vocês precisam ficar sozinhos acabar de ver o filme gostei muito tem uma linda historia mas estou de saída.
Sofia diz se estas a gostar fica ate ao fim.
Não disse eu, aquilo estava a ir longe estava-mos a ficar muito excitados, não era que eu não tive-se vontade de comer Sofia sempre tive esse desejo na minha imaginação mas não passava disso .
Vocês devem estar muito excitados e precisam de um pouco de privacidade, vão ver o filme até ao fim e depois ou antes entregam-se um ao outro e dão uma boa foda.
Eu levanto-me   e Sofia também e pede-me que espere .
Paulo diz-me tudo isto foi preparado por mim e Sofia tudo pensado e tenho uma coisa para pedir quero que sejas tu a foder Sofia o que me estas a pedir a mim peço eu a ti fode-a e eu fico a ver, eu de momento fiquei sem palavras, mas lá saíram.
Tu sabes o que me estas a pedir?
Sim sei.
Eu e Sofia já tinha-mos falado sobre este assunto eu falei com ela que gostava de ver ela ser fodida por outro homem ela de inicio não foi muito receptiva mas depois aceitou e disse que também tinha essa vontade, mas disse-me que gostaria que fosse mais do circulo de amigos   eque teriam de ver quem reunia esses requesitos depois de analisar-mos escolhemos que serias tu a pessoa certa e de confiança.
Sofia não esperou mais tempo vem ter comigo e começa a beijar-me de uma maneira muito apaixonada e sensual eu já explodia de tesão aquilo só veio incendiar mais o fogo que ardia em mim mas pelo que se estava ali a passar não era só eu Sofia ardia da mesma maneira eu de inicio ainda me senti um pouco inibido, mas rapidamente passamos a ação atesão de ambos já estava fora de control.
Sofia continuou me beijando enquanto me beijava senti sua mão me abrindo o fecho das calças, tirou-me o caralho para fora , agarrou se a ele punhetava e acariciava carinhosamente, descia ate as bolas da mesma forma agarrava as duas e esfregava eu estava nas nuvens ela podia sentir a tesão que eu tinha, meu caralho no ponto de ereção bem duro e de tamanho brutal, continuava naquele jogo de sedução.
Continuava me beijando e sussurrando ao meu ouvido disse-me estas com uma tesão posso sentir um caralho bem teso duro e grande e grosso nas minhas mãos.
Eu quero que me fodas quero senti-lo dentro de mim quero ser tua quero que me penetres bem fundo quero sentir entrar na minha cona e sair na boca tu estás com vontade de me foder por isso quero isso, esquece que somos amigos.
Despe-me a camisa começa por me chupar os mamilos vai descendo despe-me as calcas e as boxers coloca se de joelhos e começa com muito carinho e muito suavemente mamando-me o caralho começa pela cabeçinha descendo e metendo todo na boca até se engasgar o tamanho não lhe cabia na boca, lambe-o até aos colhões e mete as duas bolas dentro e depois chupa uma a uma volta a meter novamente o caralho na boca e em movimentos loucos vai mamando fazendo-me um broche muito bom eu estava deliciado com aquele broche.
Deitei-a no sofá de costas ela abriu as pernas e eu não perdi muito tempo chupei aquela cona rebentando de prazer ainda mal tinha começado ela já gemia e gritava como uma louca e pode sentir ela a ter um orgasmo estava maluca continuei por alguns minutos, Sofia gritava mete seu caralho quero ele dentro de mim quero sentir ele a entrar fode-me, fode-me, fode-me, gritava .
Ela agarra no caralho e mete-o naquela cona apertada que estava a pedi-las, estava a rebentar de tesão.
Enquanto meu caralho entrava ela gritava aaaiiiiiii que grande e grosso esse caralho vai rasgar minha cona mas estou gostando mete todo quero sentir ele bem dentro de mim parece um ferro em brasa posso sentir o calor fode-me com força fode não pares por favor eu ia dando estocadas fortes eu e Sofia estava-mos loucos estava-mos com uma uma tesão aquilo estava ao rubro até nos tinha-mos esquecido que estava ali Paulo a observar-nos.
Trocamos de posição meti ela de 4 e aí foi mais do mesmo ela dizia foda-se esse caralho vai sai-me pela boca mete todo mete as bolas também dizia Sofia.
Foi a vez de ela cavalgar sentou-se no meu caralho e continuou cheia de tesão fodendo, Sofia fodia como uma puta ela sabia tratar bem um caralho sabia dar prazer a um homem .
Ela parecia possuida Sofia dizia palavrões mete, mete quero ser tua puta fode-me toda esse caralho é muito bom mesmo que maravilha de tamanho que grosso quero ter ele sempre dentro de mim .
Ela levanta-se e tira o caralho de sua cona embora insatisfeita ela queria mais, ela pega no meu caralho e mete-o no cu e continuou cavalgando , tens um caralho muito bom não podia deixar de sentir ele entrando no meu cu apertadinho e continuou sua cavalgada e ia alternando entre seu cu e sua cona Sofia bombava como doida mas que mulher eu estava admirado com aquela loucura nunca esperei por aquilo enquanto fazia os movimentos de cavalgada dava para ver os peitos a saltar para cima e para baixo que delicia gostoso demais.
Sofia eu não vou aguentar mais tempo eu estou quase a vir-me.
Meu doido eu quero sentir teu leite quente na minha boca.
Saíu de cima de mim bate uma valente punheta e começa mamando o meu caralho em movimentos rapídos para que eu me explodi-se todo o meu leite.
Dá-me o teu leite dá vem-te enche-me de leite.
Estou a vir-me ela abre sua boca e espera.
Sai o primeiro jacto e de seguida mais e mais parecia nunca mais acabar ela satisfaz-se vai chupando meu caralho para não perder gota .
Ficou ali alguns minutos a olhar para mim dizendo adorei esta foda gostei muito como me fodes-te tens um caralho muito bom és bom fodedor .
De repente lembramo-mos que existia Paulo olha-mos para ele e vimos que ele tinha batido uma punheta enquanto eu fodia Sofia.
Aqueles encontros repetiram-se mais ou menos nestes moldes por varias vezes a três com ele sempre de espectador.
Até que um dia por motivos profissionais da parte dele ele teve que se deslocar ao estrangeiro por motivos profissionais da empresa onde trabalhava e passar longos meses fora de casa, aí eu e Sofia quase que nos torna-mos amantes eu ia lá casa ou ela a minha e passava-mos a noite juntos sem que Paulo soube-se disto.
Até hoje dura esta relação entre nós